Letieres Leite (1959-2021)

Letieres Leite

De acordo com o portal G1, morreu em 27.10.2021 o maestro e compositor Letieres Leite, aos 61 anos, em Salvador. A informação foi confirmada pela produção do artista:

De acordo com a produção do artista, ele passou mal nesta quarta e morreu na casa onde morava, na Avenida Octávio Mangabeira, na capital baiana.

Letieres dos Santos Leite nasceu em Salvador. Ele era arranjador, compositor, instrumentista e estava à frente do Instituto Rumpilezz, mesmo nome da orquestra que criou em 2006.

Além de reger a orquestra, o artista era o responsável por todo o conceito – figurinos, ambientação – passando pelas composições e arranjos de sopro e percussão.

Percussionista e saxofonista que acompanhou a cantora Ivete Sangalo por mais de 12 anos, o músico baiano foi o responsável pelos arranjos de muitos sucessos da musa, incluindo “Festa”, “Empurra-empurra”, “Tô na rua” e “Abalou”. Neste ano, Letieres Leite contribuiu com arranjos para o disco Noturno, de Maria Bethânia.

Letieres Leite começou a “alinhavar as primeiras ideias” no tempo em que estudava no Konservatorium Franz Schubert, em Viena, na Áustria, onde morou por seis anos. De volta ao Brasil, montou uma escola chamada Academia de Música da Bahia, onde começou a desenvolver pesquisas.

O governador da Bahia, Rui Costa, lamentou a morte do maestro e disse que ele levou a percussão baiana para o mundo.

“Letieres revelou talentos com o projeto Rumpilezz e levou nossa percussão para o mundo. Sua morte é uma enorme perda para a cultura da Bahia e para todos nós que admirávamos a sua genialidade. Que Deus conforte o coração dos seus familiares”, afirmou o governador.

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, afirmou nas redes sociais que os legados do maestro jamais serão esquecidos.

“Que dia triste para música da Bahia e de todo Brasil! O maestro Letieres Leite é um dos maiores músicos desse país. Sua história e legado com a Orkestra Rumpilezz jamais serão esquecidos da nossa memória. Que Deus conforte toda família e amigos neste momento de profunda dor!”, disse Bruno Reis.

Leia mais clicando aqui.

No Wikipedia:

Letieres dos Santos Leite (Salvador, 8 de dezembro de 1959 – 27 de outubro de 2021) foi um músico, educador, compositor e arranjador brasileiro. Ao longo de trinta anos de carreira, começou pela flauta, passando para o sax tenor e o sax soprano. Isso desde os seus dezenove anos, quando descobriu sua real vocação para instrumentos de sopro, aprendendo de forma autodidata.

(…) Já como músico profissional em Salvador, começou trabalhando com artistas locais como: Saul Barbosa, Gerônimo, Andréa Daltro, Cozinha Baiana, Jazz Carmo Quinteto, entre outros.

Em 1981, muda-se para o sul do país (Santa Catarina e Rio Grande do Sul), onde fundou alguns conjuntos – Banda de Nêutrons, Espírito da Coisa, Abelha Rainha – e tocou com diversos artistas, como Nei Lisboa, Renato Borghetti, Antônio Villeroy, Elton Saldanha, além de escrever arranjos para a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA), na época do Festival Nacional da Canção, em 1984.

Leia mais em
https://pt.wikipedia.org/wiki/Letieres_Leite

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s