Phil Spector (1939-2021)

Phil Spector

De acordo com o portal G1, Phil Spector, produtor musical que revolucionou a música pop dos anos 1960 e acabou preso por assassinato, morreu em 16.01.2021, disseram autoridades da prisão estadual da Califórnia neste domingo (17). Ele tinha 81 anos:

A causa da morte ainda será determinada por legistas, segundo um comunicado da instituição.

Em 2009, Spector foi considerado culpado pelo assassinato da atriz Lana Clarkson, que aconteceu em 2003 em sua mansão, nos arredores de Los Angeles. Ele foi condenado a 19 anos de prisão.

Clarkson, estrela de “Rainha guerreira” (1985) e outros filmes, foi encontrada morta a tiros no foyer da casa. Na época, Spector negou o crime, que afirmou ter sido um “suicídio acidental”.

O produtor era visto como uma das figuras mais influentes da história da música pop. Décadas antes de ser condenado, ele tinha sido aclamado como um visionário por criar a fórmula de produção conhecida como “wall of sound” (“parede sonora,”, em inglês), que mudou a forma como os discos pop foram gravados a partir de então.

Ela mesclava harmonias vocais animadas com arranjos orquestrais luxuosos para produzir monumentos do pop, como “Da doo ron ron” e “He’s a rebel”, sucessos do grupo The Crystals, e “Be my baby”, lançada pelo The Ronettes.

A partir do final dos anos 60, ele trabalhou como produtor convidado dos Beatles (no álbum “Let it be”) e com George Harrison (“All things must pass”), John Lennon (“Rock n’ roll”) e Ramones (“End of a century”).

Leia mais clicando aqui.

The Voice+ Brasil 2021: Fase 1, Audição às Cegas 1, 17.01.2021

Apresentações do programa de estreia, em 17.01.2021:

1. Catarina Neves

– Cantou “Linda Flor (Yayá)”
– Time Daniel.

2. Vera Ambrozio

– Cantou “Isto Aqui, o que é”
– Time Ludmilla

3. Geraldo Maia

– Cantou “Estrada de Canindé”
– Time Mumuzinho

Geraldo Maia

4. Beth Ghedin

– Cantou “Shallow”
– Não se classificou

5. Zeni Ramos

– Cantou “Babalu”
– Time Claudia

6. Áurea Catharina

– Cantou “Fica Tudo Bem”
– Time Daniel

Zeni Ramos

7. Zé Alexandre

– Cantou “You Give Me Something”
– Time Claudia

8. Evinha do Forró

– Cantou “Feira de Mangaio”
– Time Claudia

9. José Mariano

– Cantou “A Lua e Eu”
– Time Daniel

Zé Alexandre

10. Yeda Maranhão

– Cantou “Nem Morta”
– Time Mumuzinho

11. Dudu França

– Cantou “Fly Me To The Moon”
– Time Ludmilla

12. Angela Máximo

– Cantou “Olhos Coloridos”
– Time Mumuzinho

Dudu França

Programa de hoje no site oficial:
https://gshow.globo.com/realities/the-voice-mais/

Times até este programa:

TIME CLAUDIA LEITTE
– Evinha do Forró
– Zé Alexandre
– Zeni Ramos

TIME DANIEL
– Áurea Catharina
– Catarina Neves
– José Mariano

TIME LUDMILLA
– Dudu França
– Vera Ambrozio

TIME MUMUZINHO
– Angela Máximo
– Geraldo Maia
– Yeda Maranhão

Zeni Ramos

The Voice+ Brasil 2021: Versão sênior estreia em 17.01.2021

O reality que começa em 17.01.2021, sempre aos domingos e com Claudia Leitte, Daniel, Mumuzinho e Ludmilla como jurados, terá cinco etapas:

Audições às cegas. Os candidatos se apresentam e são avaliados pela voz. Os técnicos que aprovam a cantoria viram a cadeira. Caso mais de um jurado faça isso, o participante escolhe com qual fica. Serão aprovados 48 cantores, 12 para o time de cada cantor.

Tira-teima. Apresentações individuais dos participantes. Os técnicos precisarão escolher oito vozes de fora de seu time para permanecer na disputa, eliminando as outras quatro.

Top dos Tops. Novamente em apresentações individuais, cada jurado deverá escolher quatro dos oito participantes restantes para permanecer na disputa.

Semifinal. Assim como na fase anterior, os técnicos precisam eliminar metade dos cantores de sua equipe, restando apenas dois participantes de cada um, ou seja, oito no total, para a grande final.

Final. Após os oito finalistas se apresentarem ao vivo, o vencedor do The Voice+ será escolhido pelo público.

Leia mais clicando aqui.

Veja também:
The Voice+ Brasil 2021: Fase 1, Audição às Cegas 1, 17.01.2021

José Bernardo de Souza: Falecimento

De acordo com o site A Tribuna, faleceu em 16.01.2021 o maestro José Bernardo de Souza, fundador da Banda Municipal Santa Cecília, de Niterói, RJ:

O músico tinha 85 anos. A Fundação de Artes de Niterói (FAN) e a Secretaria Municipal de Cultura divulgaram nota conjunta lamentando a perda.

José Bernardo de Souza

“É com grande pesar que a Secretaria das Culturas e a Fundação de Arte de Niterói comunicam o falecimento de José Bernardo de Souza, o Maestro Bernardo. Nascido em 1935 em Serra Branca, então distrito de São João do Cariri, na Paraíba, com 15 anos deu os primeiros passos na música, na Banda Nossa Senhora da Conceição de Serra Branca, sob a batuta do maestro Napoleão Ferreira Leão. Anos mais tarde, tornou-se músico e depois maestro da Banda de Fuzileiros Navais da Paraíba”, diz o comunicado.

Bernardo também foi regente da Banda Sinfônica do Corpo de Fuzileiros Navais. Em 1984, a convite do então prefeito Waldenir Bragança, fundou a Banda Municipal Santa Cecília, que se tornou o grupo oficial da Prefeitura de Niterói.

Ao longo de sua carreira, Bernardo recebeu várias homenagens por seus feitos no universo da música. Entre elas estão sua biografia, escrita por Nelly Therezinha; além do documentário “As Vivências do Maestro”, dirigido por Maíze Campos, cujo lançamento foi feito em cerimônia no Museu de Arte Contemporânea (MAC), em 2011.

Leia mais clicando aqui.