Genival Lacerda (1931-2021)

Genival Lacerda

Dono de sucessos populares como “Severina Xique Xique”, “De quem é esse jegue?” e “Radinho de Pilha”, entre muitos outros, Genival Lacerda faleceu em 07.01.2021. No portal G1:

O cantor e compositor Genival Lacerda morreu aos 89 anos, no Recife, em decorrência de complicações da Covid-19, nesta quinta-feira (7). A informação foi confirmada pelo filho do artista, João Lacerda.

O artista foi internado no dia 30 de novembro de 2020, no Hospital Unimed I, na Ilha do Leite, na área central da capital pernambucana. Com Covid-19, ele foi levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

No dia 4 de janeiro, Genival Lacerda teve uma piora no quadro de saúde, segundo o boletim divulgado pela família. Na quarta (6), a família havia iniciado uma campanha de doação de sangue para o cantor.

Leia mais clicando aqui.

No Wikipedia:

Sua carreira começou na Região Nordeste e, ao longo dela, gravou 70 discos. Na década de 50, foi morar em Pernambuco e, em 1955, decide gravar seu primeiro disco de 78 rotações, obtendo sucesso com a faixa Coco de 56. Em 1964, incentivado por Jackson do Pandeiro, seu concunhado, foi para o Rio de Janeiro, onde trabalhou em casas de forró e chegou a gravar um LP. Contudo, o sucesso só chegou mesmo em 1975, com a música Severina Xique-Xique, cujo verso “ele tá de olho é na butique dela” tornou-se o mais popular do compositor. Graças a essa composição de sua autoria e João Gonçalves, ele vendeu cerca de 800 mil cópias. Em 1976, lança o disco Vamos Mariquinha, que contém as faixas “É Aí que Você se Engana”, “Forró da Gente”, “Sanfoneiro Alagoano”, “Eu Preciso Namorar” e “A Mulher da Cocada”.