Vanusa (1947-2020)

Vanusa

Ela morreu no dia do aniversário de seu maior amor, Antonio Marcos. De acordo com o site do jornal Extra, a cantora Vanusa morreu aos 73 anos na madrugada de 08.11.2020 na casa de repouso onde vivia há mais de dois anos em Santos, no Litoral de São Paulo:

De acordo com a assessoria de imprensa da cantora, um enfermeiro da unidade de saúde percebeu, por volta das 5h30 da manhã, que ela estava sem batimentos cardíacos. Uma equipe da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) foi acionada e constatou insuficiência respiratória como a causa da morte.

De agosto a setembro, Vanusa ficou internada no Complexo Hospitalar dos Estivadores, em Santos, para tratar uma pneumonia. Ela chegou a ficar na UTI e respirar com ajuda de aparelhos. Nos últimos anos, a artista sofreu com depressão e outros problemas gerados pelo uso de medicamentos tarja preta em excesso, o que a deixaram muito debilitada.

Leia mais clicando aqui.

Update 19hDe acordo com o UOL, o corpo da cantora Vanusa será velado em 09.11.2020, das 8h às 14h, em São Paulo. O enterro acontecerá às 16h, no Cemitério de Congonhas. De acordo com a assessoria da cantora, a cerimônia seguirá os protocolos de saúde e distanciamento social e terá apenas família e amigos próximos.

No portal GShow:

Natural de Cruzeiro, São Paulo, Vanusa Santos Flores foi criada em Uberaba, Minas Gerais, e começou a carreira de cantora aos 16 anos. Ao longo de sua trajetória, gravou 23 discos e lançou vários hits, sobretudo durante as décadas de 1970 e 1980. Vanusa também ficou conhecida por participar do humorístico Os Trapalhões.

Leia mais clicando aqui.

No Wikipedia:

Aos dezesseis anos, tornou-se vocalista do conjunto Golden Lions. Em uma das apresentações foi ouvida por Sidney Carvalho, da agência de propaganda Prosperi, Magaldi & Maia, que a convidou para ir a São Paulo.

Em 1966, durante os últimos anos do movimento cultural Jovem Guarda, apresentou-se no programa O Bom, de Eduardo Araújo, na extinta TV Excelsior de São Paulo. Logo, foi contratada pela RCA Victor e ganhou êxito com a canção “Pra Nunca Mais Chorar” (Eduardo Araújo e Carlos Imperial). O sucesso a fez participar do programa Jovem Guarda, da TV Record, em suas duas últimas edições.

Em 1968, gravou seu primeiro álbum, estreando ainda como compositora em três canções, uma delas em parceria com David Miranda. Cinco anos depois, em seu quarto LP, já como contratada da gravadora Continental, lançou seu maior sucesso: “Manhãs de Setembro”, composta com Mário Campanha. Em 1975, lançou outro hit: “Paralelas”, uma composição de Belchior. Em 1977, protagonizou ao lado de Ronnie Von a telenovela Cinderela 77, da Rede Tupi.

Leia mais clicando aqui.

Primeira abertura do Fantástico:


.

No Globo Online:

Vanusa também passou pela TV Record, onde participou das duas últimas edições do programa Jovem Guarda e atuou em “Adoráveis Trapalhões”, ao lado de Renato Aragão e Wanderley Cardoso, com quem teve um relacionamento.

Em 1971, a artista participou da sexta edição do Festival Internacional da Canção, onde apresentou “Namorada”, música feita em parceria com seu primeiro marido, Antônio Marcos. Com ele, Vanusa teve duas filhas, Amanda e Aretha. Ela também é mãe do ator Rafael Vanucci, fruto de seu casamento com o diretor de TV Augusto César Vanucci.

Ao longo da carreira, a cantora passou por diversos estilos musicais, desde a Jovem Guarda de suas primeiras apresentações até o rock em “What to do”, faixa de seu álbum de 1973 que lhe rendeu comparações com a banda Black Sabbath. O mesmo álbum lhe traria seu maior sucesso: a canção “Manhãs de setembro”, feita em parceria com Mário Campanha. O estilo romântico da faixa acabaria por marcar a trajetória de Vanusa, que também cantou compositores como Belchior (“Paralelas”, em 1974) e Chico Buarque (“Basta um dia”, em 1982).

Leia mais clicando aqui.

Depoimento de Vilmar Ledesma nas redes sociais:

Descanse em paz, Vanusa.

Ela foi a Madonna da minha meninice bem meninice. A primeira lembrança é Pra Nunca Mais Chorar, que tocava direto no rádio. O título era o refrão e eu cantava assim “Vanusa vai chorar”.
Depois veio Antonio Marcos. Fizeram músicas, trabalharam no Hair, fizeram filhos até que a vida os separou. E escandalizaram a caretice: as capas de revistas estampavam os dois, Vanusa grávida e não era casada oh, céus. E só porque a vida é cheia de mistérios, Vanusa se vai no dia do aniversário de Antonio Marcos – 75 anos e ela, 73.

No fim do século, na virada dos 50 anos, Vanusa lançou o livro Ninguém é Mulher Impunemente, um depoimento sincero e impressionante. Hoje, quando soube da morte, abri e logo li o seguinte:

“Não duvido que você esteja pensando que sou louca, mas não pode imaginar como é doloroso passar quase a vida toda tentando satisfazer as expectativas desses modelos todos que nos impuseram – e, o que é mais grave, que nós aceitamos”.

Leia também:
Vanusa nos deixa uma obra digna e um profundo sentimento de culpa

Seu primeiro grande sucesso:


.

Por Mauro Ferreira:

A morte de Vanusa Santos Flores (22 de setembro de 1947 – 8 de novembro de 2020) – ocorrida em casa de repouso de Santos (SP) na madrugada deste domingo, 8, por causa de insuficiência respiratória – entristece o Brasil não somente pela perda da artista, paulista de Cruzeiro (SP) criada em cidades do interior de Minas Gerais.

A tristeza decorre também da sensação de que, ao sair de cena aos 73 anos, Vanusa deixa a certeza de ter sido cantora maior do que (quase sempre) se supôs ao longo de carreira iniciada em 1967 com a gravação de single com Pra nunca mais chorar (Eduardo Araújo e Carlos Imperial), canção sintonizada com o romantismo pueril da Jovem Guarda.

Leia o texto completo clicando aqui. Veja um video com Mauro falando da carreira dela no G1 clicando aqui.

Talvez sua maior e mais popular interpretação:


.

Outra que fez muito sucesso:


.

E uma das mais bonitas, de João Bosco e Aldir Blanc:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s