Zuza Homem de Mello (1933-2020)

Zuza Homem de Mello

De acordo com matéria do portal Terra, faleceu o pesquisador de música do País, escritor, jornalista, contrabaixista e técnico de som Zuza Homem de Mello. Ele estava com 87 anos e morreu enquanto dormia em seu apartamento, no bairro de Pinheiros, em São Paulo. A causa da morte revelada pela família foi infarto agudo do miocárdio:

Zuza havia finalizado na última terça-feira (29) uma biografia sobre João Gilberto, um projeto que o emocionava só de contar. Já havia feito um perfil sobre o violonista baiano, mas decidiu refazer os escritos, ir mais fundo na pesquisa, entrevistar mais pessoas e expandir a história. Ao falar sobre suas audições do álbum Amoroso, que João lançou em 1977, dizia que não conseguia ouvi-lo sem ir às lágrimas. E só de contar, chorava mais uma vez.

Zuza Homem de Mello, a quem Elis Regina gostava de chamar apenas José Eduardo, seus primeiros nomes, deixou o Brasil nos anos 1950 para estudar música na Juilliard School, em Nova York, assim que os pais entenderam que não valia a pena insistir para que ele seguisse outro caminho. A música já havia tomado o garoto. “Ok, percebemos que você tem trabalhado com música”, disseram depois que ele chegou em casa às 2h15 da manhã pela décima quinta vez com o instrumento. “Se é assim, prepare-se. Você vai estudar.”

Leia mais clicando aqui.

Mais informações em breve.

Anthony Galindo (1974-2020)

Anthony Galindo

De acordo com o site do jornal O Dia, Anthony Galindo, ex-integrante do Menudo, morreu em 03.10.2020 depois de ficar seis dias internado em um hospital de Miami, por uma tentativa de suicídio. A notícia foi anunciada nas redes sociais do cantor:

“Com muita dor, queremos informar que hoje, sábado, 3 de outubro, às 15h43, morreu nosso querido Anthony Galindo, após seis dias em que os médicos fizeram de tudo para salvar sua vida. Agradecemos todas as orações e apoio em um momento tão difícil para a nossa família e tantas pessoas que puderam conhecê-lo como pessoa e artista. Como era de sua vontade, a família assinou uma autorização para a doação dos órgãos e dessa maneira, no momento em que deixa de existir, vai poder ajudar outras pessoas e salvar suas vidas”, diz a nota.

De acordo com a família, Anthony sofria de depressão.

Leia mais clicando aqui.

No G1:

A família informou ainda que cumpriu a vontade do artista e procedeu com a doação dos seus órgãos. Informações sobre o funeral ainda serão divulgados, acrescentou o comunicado.

Conhecido como Papi Joe, o cantor de 41 anos tinha um quadro depressivo, que foi agravado nos últimos meses com a pandemia de Covid-19, segundo a família.

“Anthony estava sofrendo com períodos de depressão. Todos sabem da sua grande paixão pela música. A depressão se acentuou com a pandemia e resultou em uma decisão drástica e infeliz”, explicou a família em um comunicado de quando ele foi internado.

Leia mais clicando aqui.