The Voice Brasil 2019: Tony Gordon, do Time Teló, é o vendedor da grande final

Com 36,62% dos votos, Tony Gordon venceu na noite de hoje a oitava temporada de “The Voice Brasil”, da Globo. No UOL:

Ele superou outros três concorrentes e ganhou o prêmio de R$ 500 mil, além de carro 0 km, contrato com a gravadora Universal Music e o gerenciamento de carreira.

Tony Gordon

“São 32 anos de carreira. Antes de entrar no programa, eu era o Tony Gordon, filho de Denise Duran, irmã de Dolores Duran. Eu entrei no The Voice e me tornei o ‘The Voice’. Passaram alguns dias e eu me tornei o Tony Gordon do The Voice”, disse ele. “A gente agradece, a gente aqui representa o bom músico, o bom cantor, o cantor de verdade, eu não estou sozinho”, completou.

A vitória de Gordon manteve também a invencibilidade do técnico Michel Teló. É a quinta vez, em cinco edições, que o sertanejo leva algum participante ao ponto mais alto da competição do reality show.

Ele já venceu com Renato Vianna (2015), Mylena Jardim (2016), Samantha Ayara (2017), Léo Pain (2018) e, agora, Tony Gordon (2019). “Pentacampeão. Pode colocar a quinta estrela aí”, vibrou Tiago Leifert.

No primeiro bloco, os participantes fizeram apresentações solos, em ordem alfabética: Ana Ruth (time Iza), de 18 anos, foi a primeira a entrar no palco. Ela cantou o hit Pesadão, da própria Iza.

“É muito legar ouvir as nossas músicas sendo retocadas e ganhando outras caras”, disse a técnica, emocionada.

Caçula entre os finalistas, Lúcia Muniz (time Lulu), de 16 anos, se apresentou em seguida ao som de “O amor e o poder”. Aos 53, Tony Gordon (time Michel Teló) emocionou o público com o seu já tradicional vozeirão e cantando “O Portão”. E, para encerrar a primeira etapa da finalíssima, Willian Kessley (time Ivete) cantou “Deixa tudo como tá”.

Os candidatos ainda tiveram uma nova oportunidade: eles realizaram duetos com algum dos participantes que já haviam sido eliminados.

*A apuração parcial foi feita à 0h10. A enquete UOL não tem influência sobre o resultado oficial do reality show da Globo.

De acordo com números apurados pelo colunista do UOL Flávio Ricco, até a última terça-feira, o reality show da Globo alcançou média de 25 pontos e 43% de participação na Grande São Paulo. Esse índice supera todas as últimas cinco temporadas. Cada ponto equivale a 73 mil domicílios na região.

Leia mais clicando aqui.