Gira, ex-Nação Zumbi: Falecimento

Gira

Gira

De acordo com a FolhaPE, a morte [em 13.06.2017] de José Givanildo Viana dos Santos, mais conhecido como Gira, que foi um dos responsáveis pela formação da percussão da Nação Zumbi, ocorreu devido a uma parada cardíaca enquanto estava internado Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HTCP). Segundo Carolina Khouri, da defensoria pública de Pernambuco, que atua no HCTP, Gira não deveria estar detido no local:

“Recebi a informação do falecimento dele. Como é de praxe, fui verificar quem era a pessoa e o que tinha acontecido. Descobri que fiz o pedido de desinternação dele em outubro do ano passado. O crime dele era de leve ameaça e a pena máxima é de seis meses. Não era necessário que ele continuasse lá. Ele podia receber atendimento em outro lugar”, diz a defensora.

“Fiz o pedido em outubro do ano passado e em janeiro deste ano um juiz expediu o alvará de soltura. Mas dentro dos documentos dele na unidade não havia esse alvará. Ele estava detido de forma abusiva e incorreta”, ressalta.

Leia mais clicando aqui.

Em outra reportagem do mesmo jornal:

(…) Renato Lins, um dos idealizadores do Movimento Manguebeat, contou à reportagem da Folha de Pernambuco que não estava muito próximo de Gira, mas sabia que ele estava passando por uma série de problemas psicológicos e financeiros nos últimos anos. Fato lamentável principalmente para alguém com tanto talento como Gira. “Ele fez parte da melhor seção rítmica da música brasileira das últimas décadas. Só mesmo quem tem o groove no sangue para tocar ali”, se derrete o jornalista.

O produtor Paulo André Pires também lamentou muito o falecimento do músico, com quem ele disse ter passado momentos incríveis. “Vivi com ele os melhores dias de nossas vidas. É triste. Ele morreu muito jovem, com pouco mais de 40 anos”, lamenta Paulo André, que recorda ainda o quanto Gira era um profissional dedicado. “Nos shows ele era muito esforçado; dava tudo de si”, comenta.

De origem humilde, Gira era de Peixinhos, em Olinda, e começou a tocar ainda no Lamento Negro, banda pré-Nação Zumbi. Três anos depois da morte de Chico Science, o percussionista saiu da banda, em 2000, e só mantinha contato com Gilmar Bolla 8. Assim como Gilmar, Gira brigava pelos direitos autorais com os outros ex-companheiros, e os acusava de ganharem mais do que eles pelas músicas.

Leia a matéria completa clicando aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s