Jerry Adriani (1947-2017)

Jerry Adriani

Jerry Adriani

De acordo com o portal G1, o cantor Jerry Adriani, ídolo da Jovem Guarda, morreu às 15h30 de 23.04.2017, aos 70 anos, no Rio:

Ele enfrentava um câncer e estava internado no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, Zona Oeste.

A família confirmou a morte do artista ao G1, mas ainda não deu informações sobre horário e local do velório e do enterro. Recentemente, Jerry Adriani havia sofrido uma trombose em uma das pernas.

Ícone da Jovem Guarda, Jair Alves de Souza nasceu em 29 do janeiro de 1947, no bairro do Brás, em São Paulo.

Adotou o nome artístico de Jerry Adriani quando começou sua carreira como cantor, em 1964. O primeiro disco foi “Italianíssimo”, quando cantava músicas em italiano, algo que seguiu fazendo em toda a carreira.

Em 1965, o cantor passou a gravar em português, com músicas reunidas no disco “Um grande amor”.

Também na década de 1960, Jerry virou apresentador do programa “Excelsior a Go Go”, da TV Excelsior. O programa coapresentado por Luiz Aguiar era um musical com apresentações de artistas como Os Vips, Os Incríveis e Cidinha Santos.

Outro programa musical que ele comandou foi “A grande parada”, no ar pela TV Tupi em 1967 e 1968. Ele era um dos apresentadores ao lado de Neyde Aparecida, Zélia Hoffmann, Betty Faria e Marilia Pera.

Além da TV, Jerry se aventurou pelo cinema. Ele cantou e atuou em “Essa gatinha a minha” (com Peri Ribeiro e Anik Malvil); “Jerry, A grande parada”; e “Jerry em busca do tesouro” (com Neyde Aparecida e os Pequenos Cantores da Guanabara).

Leia mais clicando aqui.

Por Mauro Ferreira:

Jerry Adriani sai hoje de cena, aos 70 anos, já imortalizado como o bom rapaz para sempre associado à Jovem Guarda.

Por ironia, quem fez sucesso na era das jovens tardes dominicais com uma música chamada “O bom rapaz” foi Wanderley Cardoso, concorrente de Jerry no mercado pop que se abriu no Brasil ao longo dos anos 1960. A rigor, Jair Alves de Souza (29 de janeiro de 1947 – 23 de abril de 2017) surgiu para valer em 1964, um ano antes da explosão da Jovem Guarda, em 1965. Na pré-história do pop nacional, o artista, logo rebatizado Jerry Adriani, foi a voz brasileira das canções italianas que ganhavam o mundo naquela época com letras de tons sentimentais como a alma brasileira.

Nascido no italianado bairro paulistano do Brás, Jerry cumpriu muito bem o papel de galã nessa fase inicial da carreira. Mas foi gravando em bom português sucessos como “Doce, doce amor” que ele se consolidou na indústria da música. Terminada a era de rebeldia romântica da Jovem Guarda, Jerry continuou transitando pela canção popular brasileira. A canção brega, no dicionário elitista da MPB. Nessa fase, fez conexões com um roqueiro ainda em início de carreira chamado Raul Seixas (1945-1989). Jerry, aliás, pretendia gravar neste ano de 2017 um disco com canções desta face pouco valorizada da obra de Raul, a quem apoiou no início da carreira.

Jerry escrevia também uma autobiografia, com a ajuda do pesquisador musical Marcelo Fróes. No livro, certamente falaria da semelhança vocal com Renato Russo (1960-1996), o mentor e vocalista da banda brasiliense Legião Urbana, projetada em escala nacional em 1985, quando o mercado de música pop já havia se consolidado no Brasil. Em vez de provocar rivalidade,os timbres similares criaram aura de simpatia entre os artistas, o que legitimou Jerry a gravar um álbum com versões em italiano dos maiores sucessos da banda de Russo. O disco “Forza sempre” saiu em 1999, já como uma homenagem póstuma a Russo e repôs Jerry nas paradas por um tempo.

Leia o texto completo clicando aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s