Chumbinho (Paulo Roberto de Lima): Falecimento

Chumbinho

Chumbinho

Conhecido pela banda Vitória Régia que acompanhava Tim Maia, faleceu o contrabaixista Paulo Roberto de Lima, mais conhecido como Chumbinho. O músico teve uma embolia pulmonar e não resistiu a duas paradas cardíacas, falecendo às 21h no Hospital Azevedo Lima em Niterói, RJ. A informação foi do músico Tibério Gaspar em seu perfil no Facebook.

Uma matéria no site do Jornal do Brasil de 2008 contém entrevista com o músico:

Paulo Roberto de Lima, conhecido como Chumbinho, nasceu no Rio de Janeiro, mas foi ainda jovem para Niterói, cidade que adotou como morada e o recebeu de braços abertos. “Daqui não saio mais”, anuncia, satisfeito. Mesmo tendo tocado com grandes nomes da MPB e participando de diversos trabalhos da atualidade, ele consegue desfrutar dos prazeres do anonimato.

Chumbinho

Chumbinho

Durante um de seus passeios pela cidade, depois de tomar um café com pão na chapa em uma padaria de Santa Rosa, sentamos na pracinha do Largo do Marrão, onde batemos um papo bem humorado e descontraído sobre sua trajetória como baixista de grandes nomes da música e a realidade atual dos músicos no Brasil.

Leia a entrevista clicando aqui.

Fotos encontradas no Myspace do músico:

No vídeo, Chumbinho acompanhando Mara Duboc, cantora e compositora com quem foi casado, com Cebolinha na percussão:

7 comentários em “Chumbinho (Paulo Roberto de Lima): Falecimento

  1. O Brasil chorou e sofreu ontem com o falecimento desse grande artista, pai de três filhas(Alessandra Lima, Patrícia Lima e eu, Jaqueline Lima) e um filho (Mateus Lima) além de 9 netos, sendo que o nono ainda está a caminho e ele receberia a notícia hoje no churrasco que seria realizado para ver o jogo do Botafogo na casa da Patrícia e lá ela ia conta-lo q está grávida. Embora chumbinho tivesse apenas 58 anos, esse incrível baixista também já era bisavô. Sentiremos saudades, NÓS TE AMAMOS PAI!

    • Meus sentimentos pela perda. Estou triste pois sou colega de infância de teu pai em Camará,, ele me “ensinou” algumas músicas no violão .. a casa do sol nascente, gatinha manhosa, Vennus…. prestes a fazer 60 anos queria comemorar reunindo pessoas amigas das varias fases da vida … Ele será lembrado e brindado.

  2. Meus sinceros pêsames à toda sua família,sempre fui admirador do som do seu baixo , apesar de não conhece-lo , grande perda para a música brasileira ! fiquem com Deus !

  3. Fiquei sabendo pelo meu tio (Valença) que o conhece de longa data. Me lembro de quando eu era ainda criança e o encontrava na casa dos meus avós no bairro Jabour. Uma honra ter essas lembranças. Como meu tio, e muitos outros músicos de alto nível sempre dizem, o seu contra-baixo é especial, uma técnica apuradíssima. Um abraço e sentimentos aos familiares.

  4. Ele, na adolescência e adulto jovem, morou no Bairro Jabour, perto de Senador Camará. Ele, quando jovem, já tocava bem violão e alegrava com sua presença. Tem muito tempo isto. Década de 1970… bons tempos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s