Beyoncé: Primeiro show no Rio

‘Eu amo o Brasil’. Foi o que declarou a popstar Beyoncé em seu primeiro show no Rio, no domingo, 07.02.2010. Leia mais, veja vídeo e veja fotos do show clicando aqui.

Leia também:
Turnê de Beyoncé é uma espécie de ‘Avatar’ musical
Wanessa Camargo nega ter recebido vaias na abertura dos shows de Beyoncé
Beyoncé no Rio: Acenando para os fãs

QUARTA – Sururu na Roda – 10.02.2010

Do site da Veja Rio:

Alá-lá-ô (1941) e Índio Quer Apito (1961) são, até hoje, lembradas no Carnaval. De tão conhecidas, parecem canções de domínio público, mas levam a assinatura de Haroldo Lobo (1910-1965). Bamba das marchinhas, o compositor foi lembrado, no ano de seu centenário, por Carlos Monte. Pai da cantora Marisa Monte e um apaixonado por samba, ele pesquisou na obra de Lobo o repertório apresentado pelo grupo Sururu na Roda, sempre às quartas, no Centro Cultural Carioca.

Na temporada, que vai até o dia 17, Nilze Carvalho (voz, cavaquinho e bandolim), Camila Costa (violão), Fabiano Salek e Silvio Carvalho (percussão) passeiam por histórias do Rio e do Brasil entre as décadas de 30 e 60 retratadas pela verve de Haroldo Lobo e seus parceiros.

Além de cuidar dos arranjos, o acordeonista Marcelo Caldi reforça o grupo ao lado de Naife Simões (percussão), Pedrinho da Glória (violão) e PC Castilho (flauta). Da pesquisa de Carlos Monte foram resgatadas pérolas menos conhecidas, como Ruas do Japão
e Tem Galinha no Bonde, esta uma divertida crônica de 1941 sobre a regulamentação do transporte das penosas em bondes. Há também música para festa junina, a exemplo de O Sanfoneiro Só Tocava Isso, e belos sambas. Um deles, Tristeza, tremendo sucesso que viria a se tornar sobrenome artístico do parceiro Niltinho Tristeza, encerra a apresentação de forma apoteótica.

Centro Cultural Carioca
Rua do Teatro, 37, Centro, 2252-6468, metrô Carioca.
124 lugares. 18 anos. Quarta, 21h. R$ 20,00. Até dia 17.
http://www.centroculturalcarioca.com.br

GRÁTIS – Vander Lee – 08.02.2010

Vander Lee

Vander Lee

O mineiro Vander Lee lançou o sexto disco, Faro, de onde virá parte do repertório da apresentação, em 2009, e faz show com entrada franca na Modern Sound nesta segunda, 08.02.2010.

Modern Sound
Rua Barata Ribeiro, 502, loja D, Copacabana, 2548-5005,
metrô Siqueira Campos. 14 anos. 120 lugares.
Segunda (8), 19h. Grátis. É necessário fazer reserva.
Estac. c/manobr. (R$ 6,00 a primeira hora).
http://www.modernsound.com.br

GRÁTIS – Na Escola de Música da UFRJ – 08.02.2010

Carlos Henrique Bertão, fagote.
Maria Teresa Madeira, piano.

Programa:
– Gabriel Pierné: Solo de concert.
– Henri Dutilleux: Sarabande et cortége.
– José Siqueira: Modinha.
– Ernesto Nazareth: Batuque.
– Villa-Lobos: Aria-Cantilena (das “Bachianas brasileiras N. 5”); Melodia sentimental (do balé “Floresta do Amazonas”); O trenzinho do caipira (das “Bachiana brasileiras N.2”).
– Francisco Mignone: Aquela modinha que o Villa não escreveu, para fagote solo; Macunaíma, a valsa sem caráter, para fagote solo; Valsa-choro, para fagote solo; Concertino para fagote e orquestra (em redução para fagote e piano).

Escola de Música da UFRJ / Sala da Congregação
Rua do Passeio, 98 – Centro. Tel.: (21) 2240-1491.
Segunda, 08 de Fevereiro de 2010, às 18:30. Grátis.